Tempos de pandemia: educação em saúde via redes sociais

Autores

Palavras-chave:

Rede social, Educação em saúde, Relações comunidade-instituição

Resumo

O Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde atua diretamente com a comunidade, promovendo a relação ensino-serviço-comunidade. Com a pandemia do novo coronavírus, houve a necessidade de adequação das ações do programa a essa nova realidade. A estratégia escolhida para isso foi promover educação em saúde por meio de postagens em redes sociais. O objetivo deste artigo é relatar a experiência de postagens lúdicas no Instagram como meio de desenvolver a educação em saúde de forma remota, em tempos de pandemia. Trata-se de um estudo descritivo, tipo relato de experiência, com publicações realizadas na rede social do programa entre abril e junho de 2020, com temáticas diferentes a cada semana. Foi percebido que os conteúdos postados tiveram uma ótima aceitação do público usuário desta rede social, já que apresentou uma elevada taxa de engajamento, principalmente nas publicações acerca do contexto da pandemia. Portanto, a experiência vivida mostrou-se uma estratégia facilitadora da aprendizagem muito válida, uma vez que a troca de informações e a comunicação feita entre os integrantes do programa e a comunidade, mesmo à distância, permitiu abranger um considerável número de pessoas.

 

Referências

LAI, C. C. et al. Severe acute respiratory syndrome coronavirus 2 (SARS-CoV-2) and coronavirus disease-2019 (COVID-19): the epidemic and the challenges. International Journal of Antimicrobial Agents, Amsterdam, v. 55, n. 3, p. 105924, mar. 2020.

ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE SAÚDE - OMS. Pandemia de doença por coronavírus (COVID-19) [Internet]. Genebra, 2020. Disponível em: https://www.who.int/emergencies/diseases/novel-coronavirus-2019. Acesso em: 20 nov. 2020.

GARCIA, L. P.; DUARTE, E. Editorial: Intervenções não farmacológicas para o enfrentamento à epidemia da COVID-19 no Brasil. Epidemiologia e Serviços de Saúde, Brasília, v. 29, n. 2, maio 2020. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/ress/v29n2/2237-9622-ress-29-02-e2020222.pdf. Acesso em: 20 nov. 2020.

ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE SAÚDE - OMS. Discurso de abertura do Diretor da OMS-Gernal no briefing para a mídia sobre COVID-19 [Internet]. Genebra, 2020. Disponível em: https://www.who.int/dg/speeches/detail/who-director-general-s-opening-remarks-at-the-media-briefing-on-covid-19---11-march-2020. Acesso em: 21 nov. 2020.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde. Departamento de Gestão da Educação na Saúde. Programa de educação pelo trabalho para a saúde: um panorama da edição PET-Saúde/GraduaSUS. Brasília, 2018.

PAULA, D. F. L. Fotografias contemporâneas: o instagram como possibilidade tecnológica. Tríade: Revista de Comunicação, Cultura e Mídia, Rio de Janeiro, v. 3, n. 6, 11 dez. 2015.

DÍAZ, D. A. B. et al. Ludomática en ambientes de aprendizaje: educación rural en el posconflicto colombiano. Educación y Educadores, Sabana, v. 22, n. 3, p. 359-76, 12 dez. 2019.

BRANDÃO, E. Instagram: aumente muito seu engajamento com essas quinze dicas. [S.l.: s.n.], 2020. Disponível em: https://n1n.com.br/instagram-aumente-muito-seu-engajamento-com-essas-quinze-dicas/. Acesso em: 14 dez. 2020.

KITE, J. et al. Please Like Me: facebook and public health communication. Plos One, San Francisco, v. 11, n. 9, p. 1-16, 15 set. 2016. Disponível em: https://journals.plos.org/plosone/article?id=10.1371/journal.pone.0162765. Acesso em: 10 mar. 2021.

BERNARDES, V. P. et al. Facebook® como Ferramenta Pedagógica em Saúde Coletiva: integrando formação médica e educação em saúde. Revista Brasileira de Educação Médica, Rio de Janeiro, v. 43, n. 11, p. 652-61, 2019. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022019000500652. Acesso em: 10 mar. 2021

SOUZA, T. S. et al Mídias sociais e educação em saúde: o combate às fakes news na pandemia pela COVID-19. Enfermagem em Foco, Brasília, v. 1, n. 11, p. 124-130, set. 2020. Disponível em: http://biblioteca.cofen.gov.br/midias-sociais-e-educacao-em-saude-o-combate-as-fake-news-na-pandemia-da-covid-19/. Acesso em: 10 mar. 2021.

ALMEIDA, M.; STASIAK, D. A promoção da saúde nas mídias sociais: Uma análise do perfil do Ministério da Saúde no Twitter In: CONGRESSO DE CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO NA REGIÃO CENTRO-OESTE, 15, Rio Verde, 2013. XV Congresso... Rio Verde – GO, [s. n.], 2013. Disponível em: https://portalintercom.org.br/anais/centrooeste2013/resumos/R36-0620-1.pdf. Acesso em: 20 out. 2020.

BOMFIM, A. M. A. et al. Recurso lúdico no processo de educação em saúde em crianças de escolas públicas de Alagoas: relato de experiência. Interfaces - Revista de Extensão da UFMG, Minas Gerais, v. 3, n. 1, p. 117-21, 2015. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/revistainterfaces/article/download/18969/15948/50416. Acesso em: 19 out. 2020.

SILVA, P. F. A.; BAPTISTA, T. W. F. A Política Nacional de Promoção da Saúde: texto e contexto de uma política. Saúde em Debate, Londrina, v. 39, p. 91-104, 1 dez. 2015. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/299375702_A_Politica_Nacional_de_Promocao_da_Saude_texto_e_contexto_de_uma_politica. Acesso em: 10 mar. 2021.

MALCHER, C. M. S. R. et al. Mapa conceitual e desafios da promoção à saúde na pandemia. Brazilian Journal of Health Review, São José dos Pinhais, v. 4, n. 1, p. 455-64, 2021. Disponível em: https://www.brazilianjournals.com/index.php/BJHR/article/view/22733/18220. Acesso em: 10 mar. 2021.

VICENTE, M. et al. INSTAGRAM & SAÚDE: análise e classificação dos posts mais relevantes sobre obesidade. Enciclopédia Biosfera, Centro Científico Conhecer, Goiânia, v. 15, n. 28, p. 1251-60, 3 dez. 2018.

ALVES, A. L.; MOTA, M. F.; TAVARES, T. P. O Instagram no processo de engajamento das práticas educacionais: a dinâmica para a socialização do ensino-aprendizagem. Revista Científica da Fasete, Paulo Afonso, n. 25, p. 25-43, 2018. Disponível em: https://www.unirios.edu.br/revistarios/media/revistas/2018/19/o_instagram_no_processo_de_engajamento_das_praticas_educacionais.pdf. Acesso em: 10 mar. 2021.

MELO, A. S. L. et al. Utilização das mídias sociais para educação em saúde pela LAPFITO: do instagram a oficinas de saúde e a interação entre academia e comunidade. SEMINÁRIO TECNOLOGIAS APLICADAS A EDUCAÇÃO E SAÚDE, [S.l.], 2019. Anais do... [S.I], 2020. Disponível em: https://www.revistas.uneb.br/index.php/staes/article/view/8232. Acesso em: 11 mar. 2021.

Downloads

Publicado

2021-06-30

Como Citar

Almeida Gonçalves, M. I., Ferraz Almeida de Melo, M. E. ., Oliveira Araujo, T. ., & Bernardes Antero, M. (2021). Tempos de pandemia: educação em saúde via redes sociais. Revista De Extensão Da UPE, 6(1), 38–45. Recuperado de https://www.revistaextensao.upe.br/index.php/reupe/article/view/145

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.